CASO DE MAYORGA CONTRA RONALDO CONTINUA NOUTRO TRIBUNAL




Depois de a Bloomberg ter dado como retirada a queixa de Kathryn Mayorga contra Cristiano Ronaldo num tribunal estadual do Nevada, os jornalistas da revista alemã Der Spiegel sublinharam que o caso continua, mas num tribunal diferente, federal, devido às dificuldades em notificar o jogador.





O jornalista Rafael Buschmann, que investigou casos do Football Leaks, esclareceu durante a manhã no Twitter que a queixa não teria sido retirada mas sim recolocada no Tribunal Federal, chamando a atenção para um artigo de abril que dava conta de que Ronaldo «estava em todo» o lado mas não o conseguiam localizar para ser notificado da acusação.

De facto, foi registado um documento no US District Court do Nevada, um tribunal de âmbito federal, a 28 de janeiro, tendo várias moções sido registadas até março. A entrada da moção pode ser consultada aqui

A última decisão é de 8 de abril acerca de um pedido para notificar Cristiano Ronaldo de forma pública - ferramenta usada quando não se consegue encontrar o acusado, muito usado nos Estados Unidos em casos de divórcio.


Recorde-se que em março, o New York Times indicou que a Juventus cancelou a participação na Internacional Champions Cup nos Estados Unidos por alegado receio de que Cristiano Ronaldo pudesse ser detido no âmbito desta investigação.

O caso foi investigado pela revista alemã em setembro do ano passado depois de documentos difundidos pelo Football Leaks.



Postar um comentário

0 Comentários