A estratégia do Atlético para assinar com João Félix

A estratégia do Atlético para assinar com João Félix. AFP
Apesar de o Benfica se fechar por João Félix, o Atlético de Madrid tem previsto usar a mesma tática que teve com o Mónaco na transferência de Thomas Lemar: pagar uma percentagem alta dos direitos do jogador e o clube encarnado receber outro.

Tal como informa o "AS", o Atlético quer esgotar todas as possibilidades e esta é a que ainda nãqo explorou. Perante a firmeza do Benfica por pedir a cláusula do jovem jogador, os "colchoneros" tratarão de faz o mesmo que já conseguiram na "operação Lemar". 
O acordo é simples: os "colchoneros" obterão uma percentagem alta dos direitos do jogador e poderão contratá-lo na próxima temporada. Desta forma, o clube português receberia uma quantidade correspondente a essa percentagem da cláusula. Para além disso, os portugueses reservariam outra parte de uma futura transferência do jogador, que tem de se revalorizar com o passar dos anos. 
Uma estratégia que já se usou noutras ocasiões, como comLemar ou Carrasco. Pelo francês, o Atético pagou 72 milhões de euros, mas apenas se tornou "dono" de70% dos direitos do avançado, segundo o meio citado. Os franceses ficaram com os restantes 30%. 
Desta forma, o Atlético teria mais facilidade na hora de poder pagar a suposta transferência por João Félix, enquanto que o Benfica obteria uma parte do pedido que reclama e uma percentagem que pode ser mais valiosa daqui a umas temporadas. 
A figura de Luís Filipe Vieira também está em causa. O presidente da equipa irá a eleições em 2020 e vender a sua estrela e maior promessa pode fazer tremer a sua imagem... 

Postar um comentário

0 Comentários