Uma taxa de 115 milhões de euros: a milionária cláusula entre Liverpool e Barcelona

Uma taxa de 115 milhões de euros: a milionária cláusula entre Liverpool e Barcelona

 

 Adversários nas meias-finais da Liga dos Campeões, numa eliminatória que é vista pelos analistas como uma verdadeira final antecipada, Barcelona e Liverpool acordaram no último verão um dos negócios do defeso, quando Philippe Coutinho trocou Inglaterra por Espanha a troco de 160 milhões de euros. Um negócio milionário que fez correr muita tinta na altura, pelo facto de ter demorado muito a ser fechado, no qual ficou prevista uma cláusula também ela milionária e também... estranha.
É que, segundo adianta o 'Daily Mail', o Liverpool reservou-se no direito de receber 100 milhões de libras extra (115 milhões de euros) caso o Barcelona garanta a contratação de um dos seus jogadores. Basicamente, se quiser adquirir algum jogador red, o conjunto catalão sabe que terá sempre de acrescentar uma taxa milionária ao valor acordado a pagar. Por exemplo, se quiser adquirir Virgil Van Dijk, um jogador avaliado em 138 milhões de euros, os culé teriam de pagar ao Liverpool uma verba a rondar os 254 milhões de euros...

A ideia do Liverpool é clara: afastar o Barcelona da tentação de tentar adquirir alguma das suas pérolas, ainda que esta cláusula seja válida apenas até ao próximo verão, pelo que depois de 2020 os catalães poderão, caso tenham interesse, procurar as contratações de jogares como Mohamed Salah, Sadio Mané, Roberto Firmino, Alisson ou Virgil Van Dijk. Ainda assim, mesmo com essa 'data de validade', não deixa de ser um procedimento pouco visto no futebol atual...

Postar um comentário

0 Comentários